Episódio # 67 – Sais de lítio no tratamento da excitação psicótica

Usar Lítio no controle de estados maníacos? Ponto pacífico hoje em dia! Usar uma medicação no manejo de transtornos psiquiátricos? Mais ainda! Mas nem sempre foi assim. Neste episódio do PQU Podcast vamos lhe contar como se deu a descoberta das propriedades terapêuticas do lítio para casos de mania, imortalizada por John Cade em artigo publicado em 1949, que, de acordo com alguns historiadores e psicofarmacologistas, é o registro do primeiro ensaio clínico da história da psicofarmacologia moderna.

Episódio #43 – A descoberta da Imipramina, o primeiro antidepressivo

O estudo que identificou o primeiro antidepressivo foi realizado por um psiquiatra suíço, Roland Kuhn, que trabalhava em um hospital psiquiátrico na pequena e remota Münsterlingen, na fronteira com a Alemanha. Pelos padrões de hoje o estudo de Kuhn é extraordinariamente imperfeito. Mesmo assim, ele colaborou para o advento de uma revolução científica; uma mudança de paradigma no tratamento de quadros de depressão que vigora até hoje.

Episódio #37 – On Being Sane in Insane Places

Publicado no prestigioso periódico Science em 1973, On Being Sane in Insane Places, de uma maneira ou de outra transformou-se em um clássico e impulsionou, juntamente com outros estudos, necessárias mudanças no diagnóstico psiquiátrico. No episódio de hoje do PQU Podcast contei com a ajuda do Luiz Alberto para esmiuçar e discutir este controverso estudo que até os dias de hoje suscita paixões!

Episódio #28 – O Papel da Serotonina na Ansiedade e na Depressão: a Teoria de Deakin e Graeff

Neste episódio apresento e comento o artigo em que a Teoria de Deakin e Graeff sobre o papel da serotonina nos estados de ansiedade e na depressão foi descrita pela primeira vez na sua versão completa, em 1991. Ela continua atual, bastante influente e tem permitido predições acertadas nessa área de pesquisa, fato que atesta sua solidez e seu valor heurístico.

Episódio #25 – O “Psicopatologia Geral” de Karl Jaspers

O livro “Psicopatologia Geral”, de Karl Jaspers, pode ser incluído na lista dos muito falados e pouco lidos, mesmo tendo sido o que instituiu um novo paradigma para a nossa especialidade. Ele não é apenas um grande livro de psiquiatria, mas sim um compêndio de ideias que marcaram a transição de Jaspers para a Filosofia, área do conhecimento à qual se dedicou até o fim da vida. Também é considerado um mapa intelectual, um guia para uma série de áreas distintas, mas relacionadas, do conhecimento.

Episódio#17 – Predição de Suicídio em Pacientes Psiquiátricos – A alegação de Pokorny

Há mais de 30 anos o médico psiquiatra e pesquisador Alex Pokorny publicava um artigo em que apresentava dados de uma coorte de pacientes com potencial risco suicida, e defendia a alegação de que o conceito de predição de risco suicida não era clinicamente útil. Décadas depois, este clássico artigo ainda me parece muito atual!

Episódio #05 – O problema da seleção de pacientes em ensaios clínicos

Até que ponto é possível a generalização dos resultados de ensaios clínicos para a prática cotidiana? Eis aí uma questão fundamental que muitas vezes é deixada de lado ao se ler os resultados de estudos sobre a eficácia de medicamentos e suas compilações (revisões e metanálises).

Episódio #04 – Limitações causadas pela Depressão

Será que a Depressão, um transtorno mental, ocasiona limitações físicas, sociais e profissionais que justifiquem um afastamento profissional, por exemplo? Ainda hoje muitos pensam que não. Aliás, pessoas com depressão sofrem duplamente: com o desconforto ocasionado pelo transtorno em si e com a incompreensão das pessoas, desde as mais próximas até de profissionais de saúde.